Publicidade Portal das Malas

Portal das Malas

NOTÍCIAS MAIS VISTAS NO ANO

quarta-feira, 27 de maio de 2020

Celular e computador de Luciano Hang são apreendidos em operação da PF



O empresário de Brusque é um dos alvos de uma investigação de apura produção de fake news e ameaças a ministros do STF

O celular e o computador pessoal do empresário catarinense Luciano Hang foram apreendidos pela PF (Polícia Federal) no início da manhã desta quarta-feira (27).
Os itens foram recolhidos na casa e no escritório do dono da Havan, em Brusque. Ele é investigado em um processo que apura fake news e ameaças a ministros do STF (Superior Tribunal Federal).
PF cumpre mandados na casa e escritório de Hang – Foto: Reprodução/Facebook
Pouco antes das 9h, Hang usou as redes sociais para falar sobre o assunto. Em uma live, o empresário afirmou que está tranquilo e que os equipamentos vão provar que ele não cometeu nenhum crime.
“Jamais atentei ou fiz fake news contra o STF. E dessa forma, entregando meu celular e meu computador pessoal, vai estar tudo esclarecido 100%”, disse o dona da Havan.
Questionado por seguidores se entende que ação tem como objetivo intimidá-lo, Hang disse que não. Pontou o direito do STF de apurar “se alguém fez algo contra os membros da alta corte do país”.
O empresário reiterou a importância da liberdade de expressão. “Eu uso as nossas redes sociais para expressar aquilo que eu penso. […] Jamais atentei contra membros do STF e a instituição”, pontou.
“O que é fazer fake news? É pegar uma coisa certa e transformar ela em errada. Jamais. O que nós queremos é falar a verdade. As vezes, tem um fato e várias versões. E eu sempre coloco a minha versão sobre aquele fato”, afirmou Luciano.

Leia também:

Segundo as primeiras informações, divulgadas pela Polícia Federal por volta das 7h, são 29 mandados referentes ao inquérito nº 4.781 do STF. Além de Santa Catarina, a operação ocorre também no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso e Paraná.
Outros alvos da operação são o ex-deputado Roberto Jefferson, o deputado estadual Douglas Garcia, a ativista Sara Winter e o blogueiro Allan dos Santos.
O procedimento de investigação está sendo presidido pelo ministro Alexandre de Moraes.

AO VIVO: Luciano Hang fala sobre ação da PF na manhã desta quarta-feira

São 29 mandados referentes ao inquérito nº 4.781 do STF. As ordens judiciais também estão sendo cumpridas no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso e Paraná.
O procedimento de investigação está sendo presidido pelo ministro Alexandre de Moraes.


ND+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Favor comentar sem palavras ofensivas.

Publicidade Google

Publicidade Portal das Malas

Portal das Malas

Publicidade Estrela 10

Publicidade Shoptime

Publicidade Submarino

Publicidade recargapay

Publicidade Timecenter

Publicidade Americanas.com

Publicidade Euro

Publicidade Trocafone

Publicidade Motorola

Publicidade Plantei

Publicidade Veloe

Publicidade JetRadar

Jetradar

Publicidade PagSeguro

PagSeguro BR