Publicidade Google

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Na Belém Brasília a Trabalho

Jovens são presos e menor apreendido suspeitos de furtarem Secretaria de Educação em Dueré

Com o trio, o policiais apreenderam vários objetos furtados do local (Foto: PM/Divulgação)
Durante a ação os jovens arrombaram três portas do lugar. Com o trio, o policiais apreenderam vários objetos furtados do local.
ois jovens com 20 e 21 anos foram presos e um menor de 16 anos, foi apreendido na noite de domingo (28), por volta das 23h40, em Dueré, suspeitos de furtar a Secretaria Municipal de Educação. Com o trio, o policiais apreenderam vários objetos furtados do local.
Segundo a Polícia Militar, os policias receberam uma denúncia de que havia uma movimentação suspeita, com barulhos no interior do prédio. Uma equipe foi até local e encontrou os três jovens na Secretaria. Durante a ação os jovens arrombaram três portas do lugar.
Conforme a PM, eles estavam com vários objetos furtados. Durante busca pessoal os policiais tamabém encontraram uma arma de fogo.
Ao todo a polícia encontrou com trio: uma câmera fotográfica digital com o cabo; uma caixa de som amplificada; sete pen drives de marcas e modelos diversos; três cartões do Idoso em nome de duas mulheres e um homem; quatro lápis de marcas e modelos diferentes; seis marca textos de marcas e modelos diferentes; um estilete; um par de pilhas; três caixas de grampos para grampeador; dois rolos de fita crepe e dupla face; dois mouses de computador; um par de caixas de som para computador e uma calculadora.
Os suspeitos e todo material apreendido foram levados para Delegacia de Polícia.
G1 TO

Corpo de ex-vereador que desapareceu no lago de Palmas é velado no sul do Tocantins


Corpo de ex-vereador é velado em Gurupi (Foto: Jairo Santos/TV Anhanguera)
Corpo de ex-vereador é velado em Gurupi (Foto: Jairo Santos/TV Anhanguera)
Velório é realizado na Câmara de Vereadores de Gurupi, onde Francisco Nogueira foi vereador por três mandatos.
corpo do ex-vereador Francisco Nogueira Lima, 68 anos, está sendo velado na Câmara Municipal de Gurupi, sul do Tocantins. O corpo foi encontrando no lago de Palmas, neste domingo (28), a nove metros de profundidade. O professor Nogueira, como era conhecido, desapareceu no dia anteior. Ele participava de um encontro de família num flutuante, quando resolveu nadar e afundou.
A Prefeitura de Gurupi e a Câmara Municipal da cidade decretaram luto oficial de três dias. “Considerando a relevância da sua atuação parlamentar, o exemplo de dignidade com sua conduta pessoal e social além dos inúmeros serviços prestados ao município de Gurupi que ele deixa como legado", disse o presidente da Câmara Valdônio Rodrigues.
Nogueira foi vereador por três mandatos, de 1989 a 1996 e 2001 a 2004. Também assumiu a presidência da Câmara Municipal da cidade, nos anos de 1995 a 1996. Antes atuou como professor por três décadas, 1970 a 1990, no Colégio Bernado Sayão em Gurupi. Ele deixa esposa, duas filhas e um casal de netos.
Ex-vereador postou selfie momentos antes de desaparecer no lago (Foto: Reprodução) Ex-vereador postou selfie momentos antes de desaparecer no lago (Foto: Reprodução)
Ex-vereador postou selfie momentos antes de desaparecer no lago (Foto: Reprodução)
Últimos momentos
O ex-vereador postou várias selfies antes de desaparecer no lago de Palmas. Lima participava de um encontro de família, quando resolveu nadar e afundou. O sobrinho dele Glauber Santana Aires contou ao G1 que 29 pessoas da família estavam reunidas no lago. O encontro de família é realizado há vários anos, mas esta foi a primeira vez que eles realizaram o evento num flutuante, embarcação muito usada pelos moradores de Palmas e turistas para fazer festas.
“Nós estávamos reunidos. Nos primeiros 30 minutos do encontro, o flutuante parou para que nós pudéssemos nadar. Ele nadou um pouco. E eu vi quando ele entortou a cabeça, como se estivesse desmaiado e de repente afundou. O colete não estava bem amarrado. Foi muito rápido e todo mundo viu, inclusive as crianças. Por isso foi muito aterrorizador”, disse Glauber.
Depois que ele desapareceu, alguns parentes pularam no lago para tentar salvá-lo, mas não conseguiram. Eles ligaram para o Corpo de Bombeiros.

Bombeiros encontram corpo no lago de Palmas (Foto: Divulgação/Bombeiros)
Bombeiros encontram corpo no lago de Palmas (Foto: Divulgação/Bombeiros) Bombeiros encontram corpo no lago de Palmas (Foto: Divulgação/Bombeiros)
Entenda

O corpo do ex-vereador que desapareceu no lago de Palmas foi encontrado pelos Bombeiros na tarde deste domingo (28). Francisco Nogueira Lima, de 68 anos, sumiu neste sábado (27), durante um encontro de família.
As buscas começaram por volta de 11h30 de sábado. Na manhã de domingo, os militares fizeram mergulho próximo ao local onde ele foi visto pela última vez.
O ex-vereador, que morava em Gurupi, sul do Tocantins, estava em Palmas para participar de um enveto de família. O grupo estava em um flutuante, que é uma espécie de embarcação motorizada com duas plataformas onde podem ser feitas festas e encontros durante a travessia do lago.

G1 TO

Ladrões amarram vítima em banheiro, levam caminhonete e R$ 300 mil em cheques


Foto: Divulgação
MIRANORTE - Uma mulher ficou amarrada no banheiro da própria empresa enquanto criminosos levavam a caminhonete dela e cerca de R$ 300 mil em cheques na tarde desta terça-feira (23). O crime aconteceu em Miranorte, na região central do estado. Rodinalva Lima havia ido ao banco para resolver assuntos da empresa e foi rendida por dois homens armados quando chegou ao escritório.

“Eu não tinha trancado a porta porque eu ia lá rapidinho e ia sair para o almoço”, disse ela. Os assaltantes perguntaram por dinheiro, mas a vítima disse que não tinha nada em espécie, apenas cheques de pagamento dos clientes do escritório. Eles levaram os cheques e alguns objetos e amarram Rodinalva no banheiro. Ela pediu aos criminosos para que eles não a deixassem totalmente trancada e eles deixaram a janela do banheiro aberta.

A autônoma disse que esperou ouvir o barulho dos criminosos deixando o local, e esperou dois minutos para gritar por ajuda para sua nora que tem uma loja ao lado do escritório. “Eu fiquei com medo deles voltarem porque eles estavam armados”. A nora de Rodinalva ouviu os gritos e abriu a porta com uma chave reserva. O boletim de ocorrência foi registrado logo após o assalto. A Polícia Civil vai investigar o crime.

G1 TO

Jovem arrisca 'selfie' com cobra anaconda em rio no AM, e foto viraliza

Foto: Reprodução
Postagem já passa das 5.800 curtidas no Facebook.

Era para ser uma simples 'selfie', mas a companhia do autônomo Carlos Andrade, de 22 anos, na imagem acabou dando o que falar. Na postagem, ele aparece em um rio do município de Nhamundá, a 375 Km de Manaus, com uma sucuri ao fundo. A foto foi publicada no perfil dele no sábado (27) e reproduzida em diversas páginas no Facebook. Uma das postagens já conta com mais de 5.800 curtidas e pelo menos 1.650 compartilhamentos.

Ao G1, Carlos contou que tirou a foto no dia 22 deste mês. O animal estava no Rio Nhamundá, que banha o município e é um dos afluentes do Rio Amazonas. "[Minha família] tem um sítio na cabeceira do rio. Vi a cobra e fiquei assustado, porque temos muitos animais. Mas, ela não estava se mexendo. Entrei na água e peguei o celular para fazer a foto", relatou.

Carlos afirma que o animal não avançou ao perceber a presença dele na água. "Na verdade, ela foi se afastando à medida que eu entrava no rio. Ela parecia ter algo na barriga. Por isso, não se mexia. Tirei a foto e saí da água. Depois, já não a vi mais", acrescentou.

Em comentários nas diversas postagens da foto, internautas mostraram espanto e até brincaram com a situação. Comentários como “Eu amo esses animais, só que não queria encontrá-los assim. #medo”, “Eu já estaria correndo sobre as águas...” e “Menino, tenha amor pela vida. Eu só de ver esta foto quase tenho um troço”, acompanham a publicação.

'Força para matar ou afogar pessoa'

De acordo com a pesquisadora de cobras da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Luciana Frazão, não é comum ter registros frequentes de ataques de sucuris a humanos. Conforme ela, a espécie de cobra não é venenosa, porém, tem grandes tamanhos e força. O autônomo estima que a cobra vista em Nhamundá tenha entre 4 e 5 metros de comprimento.

“Elas alcançam de 7 a 8 metros. Já teve registros de sucuris maiores de até 10 metros. Apesar de não serem venenosas, elas mordem e podem afogar uma pessoa, por ter muita força”, disse Luciana.

A pesquisadora informou ainda que as sucuris não têm humanos como presas, mas podem atacar caso se sintam ameaçadas. “Como elas são muito fortes quando adultas, as sucuris podem sim ter força suficiente para matar uma pessoa ou até afogá-la. Já que são mais aquáticas e podem segurar uma pessoa embaixo da água”, comentou.

Após analisar a foto publicada por Carlos, a pesquisadora de cobras orientou para pessoas que encontrem uma sucuri que deve ser mantido um respeito e uma distância segura para que não haja risco.

Por: G1


'Não corre senão morre', diz sobrevivente de chacina em fazenda no Pará sobre ação policial


Parentes enterram vítimas de massacre no Pará (Foto: Lunae Parracho/Reuters)O MPF ouviu dois sobreviventes da chacina no município de Pau D’Arco. Eles relataram como foi a abordagem da ação policial que resultou na morte de 10 pessoas durante cumprimento de mandado de prisão na fazenda Santa Lúcia.

Ministério Público Federal (MPF) ouviu dois sobreviventes da chacina no município de Pau D’Arco, sudeste do Pará, na última sexta-feira (26). Eles relataram como foi a abordagem da ação policial que resultou na morte de 10 pessoas durante cumprimento de mandado de prisão na fazenda Santa Lúcia, na última quarta-feira (24).

Nove homens e uma mulher morreram na ação. A Secretaria de Segurança Pública (Segup) disse que os policiais foram recebidos à bala quando tentavam cumprir 16 mandados de prisão contra suspeitos do assassinato de um vigilante da fazenda, no fim de abril. Parentes de vítimas da chacina contestam a versão dos órgãos de segurança do Estado de que os policiais reagiram a um ataque dos colonos: segundo os trabalhadores rurais, a polícia chegou na cena do crime atirando. Segundo os peritos do Instituto Médico Legal, em três corpos havia perfurações à bala na cabeça e nas costas.

Em depoimento, a primeira testemunha contou que estava acampada com outras pessoas perto da sede da fazenda quando ouviram barulho de carros. Dois colegas foram ver o que era e voltaram dizendo que a polícia havia chegado. Todos saíram correndo mata adentro.

O sobrevivente disse ainda que depois de andarem por cerca de 500 metros, montaram um abrigo onde estavam mais ou menos 25 pessoas. Ele conta que repentinamente a polícia apareceu gritando ''não corre senão morre''.

A partir daí muita gente começou a correr e a policia começou a atirar, segundo o depoimento da testemunha. Ela relata que, enquanto rastejava, escutou os policiais dizendo a uma das vítimas, antes de atirar novamente, ''olha o que a gente faz com bandido'' .

O sobrevivente também afirmou ter ouvido colegas chorando e dizendo ''tá, tá, não vamos correr''. E os policiais perguntavam, antes de atirar novamente, ''porque vocês não correram também?”.

A vítima conseguiu fugir pela mata até chegar a um assentamento. A segunda testemunha contou uma versão muito parecida e acrescentou que a polícia, ao chegar, não explicou a situação.

O sobrevivente disse também que os agricultores não reagiram e que as armas que estavam no acampamento não foram usadas. Ele afirmou ainda que antes de fugir, ouviu os policiais batendo nas vítimas e rindo bastante após atirar nelas.

Os representantes da Associação dos Delegados Polícia do Pará (Adepol) vão acompanhar as investigações e defender os policiais que participaram da ação. "Estão invertendo as coisas. Os policiais foram recebidos à bala, atiraram em legítima defesa, apenas reagiram contra a ação do grupo. Eles estavam lá para dar cumprimento à reintegração de posse", afirmou João Moraes.

O Ministério da Justiça determinou que uma equipe da Polícia Federal acompanhe as investigações das mortes. Ainda neste sábado, peritos do Instituto de Criminalística do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPC) deram sequência ao trabalho de perícia no local do crime.

De acordo com a Segup, 29 policiais, sendo 21 militares e oito civis, já estão sendo afastados das atividades rotineiras. Os agentes de segurança devem colaborar com as investigações. Ainda segundo a Segup, as equipes que participaram da operação vão responder a inquéritos policiais militares.

Sobreviventes

A OAB-Pará declarou que, segundo parentes das vítimas, há pelo menos oito sobreviventes escondidos. Também há um homem internado em um hospital público no sudeste do Pará. Ele não corre risco de vida, mas permanece em observação na unidade de saúde e recebe proteção de homens da Polícia Federal.

"Nós já tomamos o depoimento dele, já foi gravado e a gente vai levar para o Ministério Público agora e analisar junto com os outros elementos que já recolhemos", diz o promotor de Justiça Agrária do município, Erick Fernandes, que ouviu o trabalhador rural na noite de quinta-feira (25).

Para a Comissão de Direitos Agrários da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PA) é necessário uma apuração rigorosa na investigação das mortes e a entidade formalizou denúncia da escalada da violência no campo do Estado do Pará, ainda na última segunda-feira (22).

De acordo com o presidente da Comissão de Direitos Agrários da OAB-PA, Ibraim Rocha, é difícil acreditar que um confronto deixe 10 agricultores mortos e nenhum policial ferido. "É verdade que nós estamos recebendo essa avaliação inicial de confronto. Mas, sinceramente, custa acreditar que 10 pessoas sejam mortas e sejam um confronto com a polícia. A OAB junto com o Conselho Nacional de Direitos Humanos vai requerer uma rigorosa investigação nesse caso", afirma.

Velório e sepultamento

Parentes enterram vítimas de massacre no Pará (Foto: Lunae Parracho/Reuters)
Parentes enterram vítimas de massacre no Pará (Foto: Lunae Parracho/Reuters)

Oito vítimas foram veladas na manhã da última sexta no ginásio da escola municipal Otávio Batista Arantes, em Redenção. De acordo a reportagem da TV Liberal, o velório durou cerca de três horas e os corpos seguiram para o sepultamento, devido ao estágio avançado de decomposição em que se encontravam.

"Eu acho um pouco de descaso, porque disseram (autoridades) que iam chegar com os corpos preparados e não prepararam nada. O sofrimento é muito grande porque é muita gente", disse o aposentado Marcelo Silva, parente de vítimas.

Nem todos os familiares conseguiram participar da cerimônia. "Só quem viu fomos nós. Nem os avós, nem as tias, ninguém viu mais. Nem os irmãos", afirma Manoel Pereira, parente de sete das oito vítimas veladas no ginásio.

Os corpos das oito vítimas foram sepultados no cemitério municipal Parque da Paz. Os corpos das outras duas vítimas da chacina foram sepultados em Pau D´Arco.

Área de conflito

Fazenda onde ocorreu a chacina (Foto: Ascom/PC)
Fazenda onde ocorreu a chacina (Foto: Ascom/PC)
Corpos das vítimas do massacre em fazenda no Pará são vistos em hospital (Foto: Lunae Parracho/Reuters)
Corpos das vítimas do massacre em fazenda no Pará são vistos em hospital (Foto: Lunae Parracho/Reuters)
A fazenda Santa Lúcia é alvo de disputa de terras. O local foi invadido três vezes desde 2015. Em abril, o proprietário conseguiu a reintegração de posse, e contratou seguranças para vigiar o local. Segundo o advogado das vítimas, os trabalhadores rurais já haviam informado ao Incra, à Ouvidoria Agrária e ao Tribunal de Justiça do Pará sobre as tensões na região.

"Eram 200 famílias que ocupavam a área, e a gente vinha alertando as autoridades que estava na iminência de acontecer um novo massacre de Eldorado de Carajás", disse o advogado José Vargas Júnior.

O Incra informou que não houve acordo financeiro com o dono da fazenda para desapropriar a área para reforma agrária, e que tomou todas as medidas possíveis para regularizar as famílias e evitar conflitos na região.

De acordo com a Comissão da Pastoral da Terra (CPT), só neste ano ocorreram 18 mortes relacionadas ao conflito agrário no Pará. Já em todo o ano de 2016, foram 6. O Ministério Público também abriu um inquérito para apurar a causa das mortes.

Movimentos sociais criticam atuação da PM

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) divulgou uma nota de solidariedade às vítimas, alegando que "a chacina de Pau D'arco é mais um triste episódio que evidencia o acirramento da violência no campo, vitimando trabalhadores e trabalhadoras rurais, a parte mais vulnerável dos conflitos envolvendo a posse e uso da terra no Pará".

A CUT disse ainda que denuncia "nacional e internacionalmente a atuação autoritária, desproporcional e despreparada da Polícia Militar do Pará diante do conflito de Pau D'Arco. Adotaremos todos os protocolos necessários junto aos organismos internacionais de Direitos Humanos para que apurem a responsabilidade do Estado com a escalada de violência contra trabalhadores e trabalhadoras rurais e os movimentos sociais que os representam".

O texto segue informando que os movimentos sociais esperam que as mortes das vítimas da chacina não sejam naturalizadas, e informa que a solução para os conflitos no campo depende da "democratização do acesso à terra e o reconhecimento de direitos territoriais historicamente violados".

Segundo o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, as vítimas são:

- Antônio Pereira Milhomem
- Bruno Henrique Pereira Gomes
- Hércules Santos de Oliveira
- Jane Júlia de Oliveira
- Nelson Souza Milhomem
- Ozeir Rodrigues da Silva
- Regivaldo Pereira da Silva
- Ronaldo Pereira de Souza
- Weldson Pereira da Silva
- Weclebson Pereira Milhomem

De acordo com a polícia, pelo menos 4 dos 10 mortos no episódio estavam com pedidos de prisão decretados. Os nomes dos mortos que teriam pedido de prisão decretados não foram discriminados.

G1 PA

PM fica ferido após perder controle da direção e carro sair da pista



PM fica ferido após perder controle da direção e carro sair da pista  (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
 (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
TOCANTINS - Acidente aconteceu na TO-404, a 15 km de Augustinópolis. Vítima Estava consciente, mas apresentava fratura, ferimento no crânio e escoriações no rosto.

Um policial militar de 25 anos ficou ferido após o carro que ele dirigia sair da pista na TO-404, a 15 km de Augustinópolis. O acidente aconteceu na noite deste domingo (28), por volta das 19h49. Ele contou ao Corpo de Bombeiros, que perdeu o controle da direção.

Segundo os Bombeiros, a vítima foi encontrada fora do carro e havia saído por conta própria. Estava consciente, mas apresentava fratura, ferimento no crânio e escoriações no rosto. O PM foi levado para Hospital Regional de Augustinópolis.

G1 TO

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Polícia apreende cinco tatus abatidos e homem é multado em R$ 2,5 mil

Tatus abatidos foram apreendidos nesta quinta-feira (Foto: Polícia Ambiental/Divulgação)
Ele transportava os animais em uma caixa de isopor, sem autorização. Caso foi registrado na TO-222, em Araguaína.

Polícia Militar Ambiental apreendeu cinco tatus abatidos na TO-222, em Araguaína, norte do Tocantins. A apreensão foi realizada na noite desta quinat-feira (25) por volta das 23h15. O homem que transportava os animais em uma caixa de isopor, sem autorização, foi mutado em R$ 2,5 mil.

De acordo com a polícia, os animais estava sendo levados de Tucumã (PA) para Darcinopolis (TO). O homem que transportava os animais havia informado que na caixa havia apenas açaí. Quando os policias encontraram os tatus, ele disse que não sabia da a existência dos bichos e que a caixa era uma encomenda para um parente de Luzinopolis.

Conforme a polícia, o material apreendido foi levado para a delegacia.

G1 TO

Jovem fica gravemente ferido após motocicleta bater em carreta na BR-153

Motociclista teve fraturas expostas e foi levado para o hospital (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Motociclista teve fraturas expostas e foi levado para o hospital (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Acidente aconteceu entre os municípios de Barrolândia e Paraíso do Tocantins. A suspeita dos bombeiros é que o motociclista tenha ingerido bebida alcoólica.

m jovem de 21 anos ficou gravemente ferido após a motocicleta que ele conduzia bater em uma carreta. O acidente aconteceu na noite desta quinta-feira (25), próximo ao Córrego do Ouro na BR-153, entre os municípios de Barrolândia e Paraíso do Tocantins, na região central do estado. Segundo os bombeiros, a suspeita é que o motociclista tenha ingerido bebida alcoólica.

Ainda de acordo com os bombeiros, a colisão foi lateral. Com o impacto, a vítima teve fraturas expostas e graves ferimentos. Ele foi levado para o Hospital Regional de Paraíso (HRP), mas por causa da gravidade das lesões precisou ser encaminhado para o Hospital Geral de Palmas (HGP).
O motorista do caminhão não ficou ferido. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também esteve no local.

G1 TO

Acidente com van escolar deixa dois mortos e quatro feridos

Acidente foi entre Miranorte e Miracema do Tocantins (Foto: Divulgação)
Um dos feridos está em estado grave e deve ser transferido para Palmas. Acidente foi na TO-446, entre Miranorte e Miracema do Tocantins.

Um acidente envolvendo uma van escolar deixou dois mortos e quatro feridos na TO-446, entre Miranorte e Miracema do Tocantins. Ainda não há informações sobre o que causou o acidente. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) disse que os feridos foram encaminhados para o Hospital Regional de Miracema, mas ao menos um deles deve ser tranferido para Palmas.

O acidente aconteceu por volta das 13h desta sexta-feira (26). Equipes dos Bombeiros e do Samu foram deslocadas de Palmas para o local para o atendimento dos feridos.

Mais notícias sobre a qualquer momento.

G1 TO

PRF prende mulher com 2,33 kg de pasta base de cocaína

Foto: Divulgação
TOCANTINS - A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu mulher que transportava em 2,33 kg de pasta base de cocaína, droga que estava escondida no veículo que ela conduzia. A mulher viajava com sua filha de 4 anos para tentar elidir a fiscalização.

No dia 26/05/2017, por volta das 08h23, na BR 153, km 663.0,  em Gurupi/TO. Foi abordado o veículo FORD/FIESTA TRA, conduzido pela Sra. F. R. N., de 25 anos, em com companhia da passageira J. N. B., de 04 anos.

Durante a abordagem, a equipe da PRF desconfiou do comportamento da condutora, realizando assim uma fiscalização mais minuciosa. Foi então localizado no interior do painel 2,33 kg de substância análoga à pasta base de cocaína. Segundo a  condutora, o ilícito saiu de Cuiabá-MT e tinha como destino a cidade de Floriano-PI.

A criança, filha da autora, foi encaminhada ao Conselho Tutelar de Gurupi. Condutora e entorpece foram encaminhados para Central de Flagrantes de Gurupi-TO.

Surgiu Por:  Assessoria De Comunicação

Operação Companheiro investiga desvios de recursos públicos em Curuçá

Foto: Fábio Costa
Segundo a Polícia Civil, além dos desvios, há indícios de subtração de documentos públicos.

A Delegacia de Repressão a Defraudações Públicas (DRDP), vinculada à Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), realizou hoje (25) a primeira fase da "Operação Companheiro", no Município de Curuçá. O objetivo foi dar cumprimento a mandados de busca e apreensão de documentos da prefeitura, que estavam desaparecidos. Há indícios de desvios de recursos públicos, corrupção e subtração de documentos públicos. 

Todos os documentos - fundamentais nas investigações e que devem servir de prova futuramente - foram apreendidos. O delegado Carlos Eduardo Vieira, que comanda as investigações sobre o caso, explica que as investigações foram iniciadas depois que a delegacia especializada recebeu do Ministério Público, uma requisição de instauração de inquérito policial para investigar os indícios de fraude. 

Junto com a ordem para iniciar as investigações, o delegado recebeu o relatório do COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras). O conselho monitorou transações bancárias e identificou movimentações suspeitas.  Há várias transferências bancárias que foram feitas por pessoas ligadas aos gestores municipais. A suspeita é que teriam se aproveitado indevidamente de recursos da prefeitura. A quantidade de pessoas envolvidas no esquema e a valor total do desvio ainda serão determinados durante as investigações da polícia civil. 

A suspeita é de que o esquema funcionava por meio de duas empresas: a Campasa e a Associação de Agropesqueira do Município de Curuça. Nos contratos, verbas publicas eram utilizadas para a compra de produtos alimentícios. Mas depois de pagar pelos produtos, o valor era revestido para representantes da gestão do município.

Portanto, o crime ocorria por meio de transações financeiras entre contas da Prefeitura e de empresas que supostamente eram prestados serviços à municipalidade.

Além disso, há também a subtração de documentos públicos. O delegado explica que é investigado o crime de desvios de recursos públicos que ocorriam na gestão do prefeito Fernando Cruz. Os documentos que comprovariam as irregulares nos contratos administrativos - contratos firmados entre 2008 e 2012 - desapareceram. No entanto, ele foram encontrados ontem na sede de uma das empresas investigadas. Todos os documentos serão cuidadosamente analisados.  

Por: Portal ORM com informações de O Liberal

Papa recebe Trump no Vaticano; encontro dura 27 minutos

Foto: Agência Lusa
O papa Francisco recebeu Trump com um aperto de mão.

O papa Francisco e o presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, se reuniram nesta quarta-feira (24) no Vaticano durante 27 minutos e depois fizeram a troca habitual de presentes. A informação é da Agência EFE.

Após a conversa,Trump apresentou sua delegação, da qual fazem parte a mulher Melania, a filha mais velha, Ivanka, o genro, Jared Kushner, além do secretário de Estado, Rex Tillerson, do assessor de Segurança Nacional, o tenente-geral H.R. McMaster, e da porta-voz presidencial, Hope Hicks, mais oito pessoas e uma intérprete.

Francisco cumprimentou com cordialidade Melania, a quem perguntou se tinham comido "pizza", e depois abençoou um objeto que a esposa do presidente tinha nas mãos.

Ivanka também disse algumas palavras ao pontífice, que a escutou sem falar.

Depois, na tradicional entrega de presentes, Trump lhe deu uma caixa que continha, segundo ele, "livros de Martin Luther King".

Francisco, por sua vez, entregou a Trump seus três escritos principais: as encíclicas Evangelii Gaudium e Laudato Se e a exortação Amoris Laetitia, além de sua última mensagem da jornada de paz. Ele também abençoou um terço que apresentou aos Trump em uma bandeja.

O presidente norte-americano disse ao papa, ao receber seus escritos: "Leremos".

O presente mais simbólico foi o medalhão de bronze com que o papa presenteia muitos chefes de Estado, representando uma oliveira que cresce em uma pedra partida.

O papa Francisco recebeu Trump com um aperto de mão. Depois, foram à biblioteca para a reunião, que ocorreu com a ajuda de um intérprete, já que, como justificou Francisco ao presidente, seu inglês não é muito bom.

Enquanto durou a conversa, Melania e Ivanka Trump visitaram a Capela Paolina e a Sala Régia do Vaticano.

Por: Agência Brasil

Moro absolve Cláudia Cruz, mulher de Eduardo Cunha


Foto: Divulgação/Arquivo
Cláudia Cruz era acusada por ter utilizado valores provenientes de corrupção praticada por Cunha em compras de luxo.

O juiz Sérgio Moro absolveu Cláudia Cruz dos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Segundo a sentença, não há prova de que Cláudia Cruz teve participação no crime de corrupção praticado por Eduardo Cunha e de que tenha participado conscientemente nas condutas de ocultação e dissimulação.

Cláudia Cruz era acusada por ter utilizado valores provenientes de corrupção praticada por Cunha em compras de luxo no exterior. Os valores teriam sido obtidos pela interferência de Eduardo Cunha na contratação, pela Petrobras, de uma plataforma de petróleo em Benin. Cunha foi condenado a 15 anos e quatro meses de prisão pelo crime em processo separado.

Moro, no entanto, condenou o ex-diretor da Petrobras, Jorge Zelada, por corrupção passiva, e pelo operador João Augusto Rezende Henriques, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Segundo as investigações da Lava-Jato, as contas vinculadas aos cartões de crédito utilizados pela jornalista eram abastecidas com propina recebida por Cunha. Ela fez gastos em lojas de grife e bens de luxo no exterior. Cruz é acusada de lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

A tese da defesa da jornalista é de que a ré desconhecia a origem dos recursos das contas vinculadas aos seus cartões de crédito.

Cruz virou ré na Lava-Jato em junho do ano passado. De acordo com os investigadores, há indícios de que parte da propina desviada da Petrobras abasteceu contas no exterior em nome de off-shores e trusts usados para pagar cartões de crédito internacional utilizados por Claudia Cruz.

Para a força-tarefa da Lava-Jato, ela tinha plena consciência dos crimes que praticava sendo a única controladora da conta em nome da offshore Köpek, na Suíça, por meio da qual pagou despesas de cartão de crédito no exterior. Entre 2008 e 2014, ela gastou mais de US$ 1 milhão. O gasto, de acordo com a denúncia do MPF, “totalmente incompatível com os salários e o patrimônio lícito” dela e de Cunha. Quase a totalidade do dinheiro depositado na Köpek (99,7%) teve origem em contas pertencentes a Eduardo Cunha.

As investigações apontam que “por meio da mesma conta Köpek a acusada também se favoreceu de parte de valores de uma propina de cerca de US$ 1,5 milhão que seu marido recebeu para 'viabilizar' a aquisição, pela Petrobras, de 50% do bloco 4 de um campo de exploração de petróleo na costa do Benin, na África, em 2011". A defesa de Cláudia Cruz alegou que não houve ocultação de recursos.

Por: Extra

Homem agride namorada ao ouvi-la cantar 'Saudade do meu ex', de Marília Mendonça

Foto: Divulgação/Arquivo
Homem se sentiu ofendido e a agrediu com um pedaço de madeira.

Um jovem de 23 anos foi acusado de agressão à companheira, de 18 anos, após chegar em casa e ouvi-la cantar a música "Ai que saudade do meu ex", da cantora sertaneja Marília Mendonça. O caso aconteceu em Jerônimo Monteiro, na região Sul do Espírito Santo. Segundo a Polícia Civil, o homem se sentiu ofendido pela música cantada pela jovem e a agrediu com um pedaço de madeira. Ele foi enquadrado na Lei Maria da Penha e responde liberdade pelo crime, ocorrido no fim do mês de abril. O casal morava junto há dois anos.

De acordo com o depoimento da jovem à Polícia Civil, uma amiga revelou a ela que havia visto o rapaz com uma outra mulher na garupa de sua moto. A vítima, então, foi até a casa da moça para saber o motivo da carona. Depois, retornou para casa e colocou a música para tocar. Segundo ela, o rapaz, então, teria chegado em casa de madrugada e, ao ouvi-la cantar o refrão "Ai que saudade do meu ex. Ele que era homem de verdade", entrou na residência e começou a discutir com a jovem.

Ainda segundo a vítima, em um determinado momento da discussão, ele perguntou se não seria "homem de verdade", como diz a música e pegou um pedaço de madeira, atingindo a jovem nas costas. Ele ainda desferiu socos e chutes contra ela. De acordo com a Polícia, a vítima ainda arremessou uma pedra na direção do agressor, mas não conseguiu acertá-lo. 

A jovem foi levada para uma unidade hospitalar na região e foi liberada com escoriações, mas não teve feridas graves. O homem vai responder em liberdade pela agressão. 

Por: Extra

Após delação da JBS, Câmara recebe 13 pedidos de impeachment

Foto: Divulgação/Arquivo
Outros quatro pedidos já haviam sido apresentados, um deles foi arquivado.

O pedido de impeachment do presidente Michel Temer feito pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nesta quinta-feira foi o 13º apresentado desde o último dia 17, depois que a gravação entre Temer e o dono da JBS, Joesley Batista, foi revelada pelo GLOBO. Antes disso, outras quatro propostas de impedimento já haviam sido protocoladas na Câmara dos Deputados, sendo que uma delas foi arquivada.

Cabe ao presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aprovar ou rejeitar os pedidos. Nesta quarta-feira, Maia afirmou que as solicitações não podem ser analisadas como em um "drive-thru".

Ainda no dia 17 de maio, nas horas seguintes após as revelações sobre a delação da JBS, dois pedidos foram apresentados, pelos deputados federais Alessandro Molon (Rede-RJ) e João Henrique Caldas (PSB-AL), de acordo com informações da Câmara.

No dia seguinte, mais seis pedidos foram protocolados. Seus autores foram o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP); os deputado federais João Gualberto Vasconcelos (PSDB-BA), Diego Garcia (PHS-PR) e Molon (que entrou com um segundo pedido), o deputado deputado estadual Major Araújo (PRP-GO) e Beatriz Vargas, professora de Direito da Universidade de Brasília (UnB), que também entrou com dois pedidos.

Também entraram com propostas de impedimento os advogados Antônio Campos, irmão do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos e Luís Carlos Crema, além de três integrantes do Sindpúblicos (Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos do Estado do Espírito Santo), Amarildo Batista Santos, Haylson de Oliveira e Rodrigo da Rocha Rodrigues.

Todos os 13 pedidos apresentados nos últimos dias são baseados na delação premiada de executivos da JBS. Qualquer cidadão pode entrar com uma proposta de impedimento do presidente.

Por: GLOBO

Açaí teve alta acumulada de 5% nos primeiros meses do ano

Foto: Carlos Sodré
Produto do tipo médio custa em média R$ 17 nas feiras e supermercados de Belém.

O preço do açaí do tipo médio, o mais consumido pelos paraenses, teve alta de 5,52% em abril em relação a março deste ano, segundo pesquisa do Dieese-PA (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) divulgada nesta sexta-feira (26). De janeiro a abril deste ano, este tipo de açaí também teve alta acumulada de 5,02%.

De acordo com a pesquisa do Dieese, o açaí do tipo médio encerrou o ano passado sendo comercializado em média a R$ 17 o litro nas feiras e supermercados de Belém. Em janeiro deste ano, pôde ser encontrado a a R$ 16,49; em março passou a R$ 16,94 e no mês passado foi vendido em média a R$ 17,88.  Com isso , o litro deste tipo de açaí apresentou alta de  5,52% em relação a março. Nos primeiros quatro meses esta alta acumulada ficou em 5,02%.  Já nos últimos 12 meses, a queda acumulada ficou em 22,25%.

O açaí do tipo grosso também ficou mais caro em abril, segundo o Dieese. Os consumidores encontram o litro entre R$ 24,00 e R$ 28,30. Nos primeiros quatro meses do ano, esse tipo do produto teve alta acumulada de  13,46%. Já o açaí do tipo papa, comercializado somente nas feiras livres da Região Metropolitana de Belém, foi encontrado custando entre R$ 22 e  R$ 25 na última semana. Isso representou uma alta acumulada de 2,83% neste período. 

Por: Redação Portal ORM

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Prefeito Carlinho Participa da Abertura da 24ª Expomiranorte 2017

DSC_5255
Foto Divulgação
Foi realizada na noite desta quinta-feira (18), a solenidade de abertura da 24ª edição da Exposição Agropecuária de Miranorte.  

A Cerimônia contou a presença do Prefeito Municipal Carlinho acompanhado da primeira-dama Márcia, Senadora Kátia Abreu, Deputado Federal Irajá Abreu, Deputada Federal Josi Nunes, Deputada Estadual Luana Ribeiro, Deputado Estadual Junior Evangelista, Presidente do Sindicato Rural de Miranorte Saddim Bucar e Lideranças Municipais.

DSC_5508
Foto Divulgação
DSC_5255Na oportunidade o Deputado Junior Evangelista, em seu discurso, mencionou que disponibilizou  uma emenda de 250 mil reais para a pavimentação asfáltica do  Parque. Agradeceu ao Governador Marcelo Miranda pelo apoio dado e as autoridades que intermediaram para que o recurso fosse liberado.

A Prefeitura de Miranorte  é um grande incentivador desta que é a maior festa realizada em nosso município, e firmou convênio com o Sindicato Rural de Miranorte.

O evento contou ainda com a presenças de presidentes de sindicatos rurais do Estado e prefeitos da região.

Miranorte

Prefeito de Miranorte (PMDB), Carlinho da Nacional, participa de Fórum de Desenvolvimento Econômico do Tocantins, realizado no município de Guaraí

Resultado de imagem para prefeito carlinho da nacional
Foto Divulgação
Prefeito Carlinho e a Primeira Dama Márcia, juntamente com Secretários e Assessores participaram do Fórum de Desenvolvimento Econômico do Tocantins, realizado no município de Guaraí. O Forum teve como principal foco o Levantamento de demandas com os prefeitos, workshops e palestras voltadas para gestores e empresários. O evento, iniciado na terça-feira, 23, marcou o primeiro de cinco encontros que atingirão todas as regiões do Tocantins. O governador Marcelo Miranda e a vice-governadora Claudia Lelis estiveram presentes no Fórum na manhã desta quarta.
Foto Divulgação
Palestrante de renome, Gil Giardelli levou, para o evento, uma importante e atual discussão, que diz respeito à inovação que gera mudanças, os impactos desse contexto para a sociedade e como os gestores públicos precisam estar preparados para vivenciar este momento. Um talk show reuniu representantes de algumas das principais instituições e entidades responsáveis pela promoção do desenvolvimento do setor econômico, que puderam expor o que cada uma delas tem feito e pode fazer para contribuir com o crescimento da região centro-norte e do Estado como um todo. Participaram desta atividade: a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden); a Agência de Fomento; a Federação da Indústria do Estado do Tocantins (Fieto); o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae); a Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Tocantins (Faciet); e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Tocantins.
(Fecomércio)
Ascom
Título adaptado equipe pé no sal

Há 3 dias, mulher escondia 100 gramas de maconha dentro da vagina


Foto Divulgação
Em Castanhal, cidade do nordeste paraense, uma mulher de 27 anos foi presa pelo crime de tráfico de droga. Ela escondia dentro de sua vagina aproximadamente 100 gramas de maconha. Tudo foi descoberto depois que, por volta das 15h da última segunda-feira (22), policiais militares do Núcleo Integrado de Operações (Niop-190) foram informados por enfermeiros que uma mulher havia dado entrada no Hospital Municipal com certa quantidade de droga nas partes íntimas.

Tassia Araújo Farias
Uma equipe da Polícia Militar se deslocou até a unidade de saúde e constatou que a informação era verdadeira. A paciente teve que ser transferida para um hospital particular, onde um médico especialista conseguiu retirar a maconha de dentro da paciente. Ao ser questionada, Tassia Araújo Farias disse que, há 3 dias havia introduzido a droga em suas partes íntimas, e que saiu da cidade de São Miguel do Guamá com destino a Castanhal, onde entregaria a encomenda para um traficante do bairro Jaderlândia, o qual ela não soube ou não quis dizer o nome.

Após ser atendida, Tassia Araújo Farias foi conduzida à Delegacia de Polícia Civil do centro de Castanhal, onde foi autuada em flagrante pelo crime de tráfico de droga. Ela ficou de ser transferida para o Centro de Recuperação Feminino (CRF) de Ananindeua. Tassia não disse o valor que ganharia pelo serviço, que custou sua liberdade por algum tempo.

Por Tiago Silva (Diário do Pará) 

Alunos da Escola Tereza Braga fazem passeata reivindicando melhorias


Fotos Simoni Maia / Larissa Correia
EXCLUSIVO - MARUDÁ-PA - Alunos da Escola Tereza Braga Teixeira em Marudá, foram as ruas hoje em passeata para reivindicar do poder público seus direitos no que cabe a melhorias na escola em se tratando de MERENDA ESCOLAR, MANUTENÇÃO DOS AR CONDICIONADOS, SALAS DE AULAS SEM CONDIÇÕES CLIMÁTICAS PARA ENSINO, e muitos outros direitos que dizem não estão sendo cumpridos na Instituição de Ensino. A falta de merenda escolar é algo que preocupa toda a classe estudantil. Perguntamos? Cadê a merenda adequada aos alunos? 

Fotos Simoni Maia / Larissa Correia

Fotos Simoni Maia / Larissa Correia
Os alunos também reivindicam transportes escolares adequados e dignos da classe estudantil. chegou até nossa redação relatos da passeata que professores e alunos já até passaram mau dentro de sala de aula por causa do calor. Com a palavra o poder público para solucionar os problemas da classe estudantil.

Por Simoni Maia

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Prefeito de Marapanim visita Posto de Saúde na Vila de Araticu-Miri e não encontra ninguém trabalhando

A imagem pode conter: céu, casa, nuvem, árvore, atividades ao ar livre e natureza
Foto Facebook Claudete Lobo - Unidade de Saúde da Família de Araticu-Miri
O Prefeito RT, fez uma visita ao Posto de Saúde da Vila de Araticu, que há mais de 4 anos que foi construído e nunca inauguraram e hoje se encontra abandonado. Veja o descaso com o dinheiro público.
A imagem pode conter: área interna


A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, sapatos e área interna

A imagem pode conter: céu, casa, nuvem e atividades ao ar livre

Parte de texto e fotos Facebook Claudete Lobo


Cidadãos acusados de raptar criança vizinha em Manica

Resultado de imagem para rapto de criança
Foto Divulgação
MOÇAMBIQUE - A Polícia da República de Moçambique (PRM) em Manica recolheu dois indivíduos aos calabouços, alegadamente por terem orquestrado o rapto de uma criança vizinha, de sete anos de idade, e por tentativa de vendê-lo de, na cidade de Chimoio, a um comprador não identificado.

Sobre os acusados, de 22 anos de idade e detidos na 2a esquadra da corporação, pesa ainda o crime de cárcere privado e tráfico de seres humanos.

O caso foi denunciado pelos vizinhos da referida residência, quando se aperceberam de uma movimentação desusada numa casa de onde o miúdo era mantido como refém e só saiu após a intervenção dos agentes da Lei e Ordem.

O rapaz foi sequestrado no bairro 7 de Abril, segundo a Polícia, que acredita tratar de tráfico. Os dois jovens são vizinhos da vítima e um deles disse que o miúdo foi encontrado com vida porque o comprador deu ordem claras de queria recebê-lo vivo.

Para lograrem os seus intentos, os dois indiciados, aliciaram a criança, segundo Leonardo Colher, do Departamento de Relações Públicas no Comando Provincial da PRM em Manica. Um presumível sequestrador contou que pretendia entregar o miúdo a um cidadão em troca de dinheiro que lhe foi prometido, cuja quantia não revelou.

A corporação, que apela à sociedade para estar atenta a este tipo de situações, disse que está a investigar o caso com vista a obter mais dados para o devido esclarecimento, sobretudo para chegar ao encalço do suposto mandante.

A Verdade

Mulher morre a caminho do hospital após baleamento por desconhecidos na Matola



Resultado de imagem para Mulher morre a caminho do hospital após baleamento por desconhecidos na MatolaMOÇAMBIQUE - Uma cidadã morreu a caminho do hospital após ter sido ferida com recurso a uma arma de fogo, na sua própria casa, na noite de segunda-feira (22), no bairro de Ndlavela, no município da Matola, por pessoas a monte e em número desconhecido.

A vítima, de 39 anos de idade, respondia pelo nome de Ernestina Chigule. O crime ocorreu por volta das 18h00, quando a senhora caminhava em direcção ao portão da sua residência para trancá-lo, uma vez que todos os seus cinco filhos já encontravam em casa.

Na altura, o bairro estava completamente às escuras devido ao corte no fornecimento de energia eléctrica, um problema que afecta de forma cíclica diversos bairros de Maputo e do país inteiro.

Em consequência disso, não foi possível ver o rosto dos autores do acto, segundo os vizinhos, que apenas sabem afirmar que os supostos bandidos faziam-se transportar numa viatura dupla cabine, de cor branca.

Ao @Verdade, uma das vizinhas da finada contou que nenhuma pessoa próxima percebeu como tudo aconteceu, apenas ouviu-se tiros. “Não vimos nada mas ouvimos tiros e quando saímos para ver o que se passava a nossa vizinha estava ferida. Estava tudo escuro e nós também tínhamos medo. Socorremos a ela para o hospital, praticamente sem conseguir falar, e felizmente perdeu a vida a caminho de lá”, disse a senhora.

A malograda, que deixa um filho de apenas dois meses de vida, vendia diversos produtos numa barraca em casa e o marido trabalha na vizinha África do Sul, onde se encontrava no momento da tragédia. A Polícia da República de Moçambique (PRM) na província de Maputo já está ao corrente do problema.

Para além deste caso, as autoridades policiais naquele ponto do país procuram esclarecer outros crimes relacionados com os assaltos a residências e estabelecimentos de ensino, ocorridos no passado fim-de-semana, na Matola, em Marracuene e Boane.

De acordo com a própria Polícia, no distrito de Boane, os bandidos introduziram-se em algumas casas, onde saquearam o que puderam, torturam os ocupantes e numa das habitações abusaram sexualmente de uma empregada doméstica.

Na Matola, um outro grupo matou o guarda de uma Escola de Condução, no bairro T3e levaram consigo vários bens. Em conexão com estes crimes, a corporação deteve dois indivíduos em Boane e Marracuene.

A Verdade

Mastruz plantado no vaso: 01 dia

Homem é morto a tiros no norte do Tocantins

Resultado de imagem para desenho de homem morto a tiros
Foto Divulgação
TOCANTINS - Crime aconteceu no setor Lago Sul IV, em Araguaína. A vítima tinha passagem pela polícia.
Um homem foi morto a tiros no setor Lago Sul IV, em Araguaína, no norte do Tocantins. O crime aconteceu na noite desta segunda-feira (23), por volta das 20h55. A vítima tinha passagem pela polícia.
Segunda a Polícia Militar, testemunhas disseram que viram quando dois homens em uma motocicleta dispararam contra a vítima. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal da cidade.
Os policias não encontram documentos com homem, mas localizaram R$ 150 no bolso dele. Por isso até o momento nenhum parente foi localizado para reconhecer o corpo. A polícia fez buscas pelos suspeitos, mas ninguém foi localizado até o momento.

Por G1 Tocantins

Dono de pula-pula é preso suspeito de abusar de meninas, diz polícia


TOCANTINS - Conforme a SSP, ele pagava as vítimas para ajudá-lo durante o funcionamento do brinquedo que era instalado em várias cidades da região do Bico do Papagaio.

Um homem de 43 anos foi preso nesta terça-feira (23), em Buriti do Tocantins, em cumprimento a um mandado, por suspeita de abusar de meninas com idades entre 11 e 13 anos. O homem, que é dono de um pula-pula, pagava as vítimas para ajudá-lo durante o funcionamento do brinquedo que era instalado em várias cidades da região do Bico do Papagaio. Ele está detido na Cadeia Pública de Araguatins.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, o delegado Edson Lobato, responsável pelo caso, informou que o suspeito passou a ser investigado há cerca de três meses, após várias denúncias anônimas.

                                                         
Bíblia Sagrada - Letra Grande (Português) Encadernação de couro – Edição de luxo, 1 Janeiro 2017
 Ver todos os formatos e edições
Kindle
R$1,99
 
Encadernado em couro
R$34,23 
5 Novo a partir de R$33,25
 
Capa Comum
R$14,16 
2 Novo a partir de R$14,16



“O indivíduo chegava às cidades e montava seu pula-pula, geralmente em uma praça do município e, com a desculpa de que precisava de alguém para ajudá-lo, ganhava a confiança de algumas mães e, a partir daí, oferecia pequenas quantias em dinheiro para as meninas. No entanto, quando se encontrava sozinho com as adolescentes, o homem passava a praticar atos libidinosos e a molestá-las sexualmente”, diz o delegado.

Após juntar indícios concretos do crime, o delegado pediu a prisão preventiva do suspeito. Então os agentes passaram a monitorar a rotina do homem, uma vez que ele mudava de cidade com frequência. “Obtivemos informações de que o Daniel estaria e Buriti e, desta maneira, fomos até àquela cidade e efetuamos a prisão do mesmo”, conta o delegado.

G1 TO

Descarte irregular de lixo preocupa moradores da região sul de Palmas

Moradores da região sul reclamam de descarte irregular de lixos e entulhos
Moradores cobram fiscalização do poder público no local. Mato alto e falta de iluminação pública também são problemas na quadra, afirma moradores.
oradores da quadra 1007 Sul de Palmas estão indignados com o descarte irregular de lixo nos arredores da quadra. No local são encontrados diversos tipos de materiais como lixo doméstico, restos de construções, materiais eletrônicos e até mesmo carcaças de animais. Além de agredir o meio-ambiente, o descarte de lixo também deixa um odor desagradável na região.
Para o gerente condominial Valdercir Amorim, um dos fatores principais para o acúmulo de lixo é a falta de fiscalização. "Aqui constantemente pessoas de quadras vizinhas jogam lixo, porque não tem uma fiscalização para o pessoal ficar com medo. O pessoal vem aqui para não ir lá no lixão que é longe."
Os moradores acreditam que o lixo é despejado por caminhões e caçambas irregulares durante a noite. Além disso, o mato alto e a falta de iluminação pública contribuem para a prática ilegal. "Caminhões e caçambas trazem o resto de construção, ossadas de animais, isso traz mau cheiro, além de ser um crime ambiental", afirma Raimundo Nonato, presidente da associação de moradores da quadra.

G1 TO - Por TV Anhanguera

Publicidade Dietas

Publicidade Aliexpress

Publicidade Americanas

Publicidade Portal das Malas

Portal das Malas

Publicidade Shoptime

Publicidade Submarino

Publicidade recargapay

Publicidade Timecenter

Publicidade Euro

Publicidade Trocafone

Publicidade Motorola

Publicidade Plantei

Publicidade Veloe

Publicidade JetRadar

Jetradar

Publicidade Sumup

Publicidade Avast