Blog O Marudá




Site EU NO MUNDO, lança as canecas e copos com lembranças de Marudá
domingo, 13 de junho de 2021


Chegou para alegria de todos os amantes, moradores e a quem ama Marudá, a parceria entre o Site Último Fato (das Organizações Franco), e o Blog O Marudá, o que todos esperavam. Como suas idéias de inovação e pesando sempre em tornar conhecido para o mundo todo Marudá. É que Mauro Franco se engajou nessa parceria e trouxe mais esta novidade Marudá.

Agora Marudá e quem o visita, tem onde comprar suas lembranças. o SITE EU NO MUNDO. Link do teespring para compra das lembranças https://teespring.com/pt-BR/linha-marud?pid=658

Breve também estará disponível pelo WhatApps +5563981115110 a personalização dos brindes no site com sua própria foto e lembrança. Que legal em? ue está esperando. Acesse agora e boas compras.
Se preferir, clique na imagem abaixo e vá para o site.




Não espere mais. Compre sua lembrança agora. Ela chega pelos Correios. 
Acesse o link da loja eu no mundo, com lembranças de  Marudá 





domingo, 18 de abril de 2021
Você sabe o que é o famoso "Teredo?"

O teredo nada mais do que o conhecido molusco chamada em Marudá e outras regiões do norte nordeste paraense com TURU. 
O teredo, também conhecido como turu, gusano, busano ou cupim-do-mar, é um molusco bivalve da família dos teredinídeos. Wikipédia
Nome científico: Teredo
Classificação superior: Teredo
Ordem: Myoida
Subclasse: Heterodonta
Classificação: Gênero


O turu é um molusco de cabeça dura e corpo gelatinoso, tem a grossura de um dedo e vive em árvores podres, caídas. Consumido em Marudá, na ilha de Marajó e no interior da Amazônia vivo e cru, em caldo com farinha ou em moquecas, o bichinho é rico em cálcio e tido como afrodisíaco. O gosto é semelhante ao dos mariscos.Todos conhecemos Cupins, que destroem qualquer objeto de madeira e é bastante comum em nossas matas. Mas o mar também possui seu Cupim. Estes habitam troncos de árvores, barcos e construções de madeira que estão em contato com a água salgada.  A destruição da madeira atinge cerca de 3 centímetros por dia.




O cupim-do-mar ataca e não deixa vestígio externo, apenas um pequeno furo do tamanho de um alfinete, ficando assim difícil detectar sua presença. No norte e nordeste do Brasil as pessoas costumam comê-los, pois possuem um alto teor nutritivo, sendo rico em cálcio e proteínas. Possuem grande importância ecológica, pois aceleram a destruição da madeira que o Rio Amazonas carrega para o mar. Dá para imaginar os danos à fauna que toda essa madeira acarretaria se ficasse depositada no fundo do mar.



No litoral do Brasil os cupins-do-mar, também conhecidos popularmente como teredo ou turu, são representados pelas seguintes famílias e gêneros: Pholadidae – Martesia, Netastoma; Teredinidae – Teredo, Lyrodus, Neoteredo.

APRENDA A PREPARAR ESSA IGUARIA:

CALDO DE TURU

INGREDIENTES
-500 gramas de turu inteiro e com o próprio caldo
-½ colher de sopa de manteiga de búfala
-1 dente de alho picado
-½ xícara de chá de cebola picada
-½ xícara de chá de pimentão picado
-2 pimentas-de-cheiro-verdes picadas
-2 xícaras de chá de chicória fatiada em tiras bem finas
-½ xícara de chá de coentro picado
-1 xícara de chá de tomate picado sem pele e sem sementes
-½ xícara de chá de suco de limão
-750 ml de água
-Sal a gosto
-Fatias de torrada de sua preferência

MODO DE PREPARO
1 – Limpe os turus tirando suas tripas escuras. –o processo é bem semelhante ao de limpeza de camarões. Deixe-os repousando em uma tigela em seu próprio líquido;
2 – Numa panela já aquecida, derreta a manteiga de búfala e refogue nela o alho, a cebola, o pimentão, a pimenta, a chicória e o coentro;
3 – Pegue cerca de 100 gramas de turus, pique em pedaços pequenos e junte ao refogado;
4 – Acrescente o tomate, o restante dos turus inteiros, seu líquido, o suco de limão e a água;
5 – Acerte o sal e deixe ferver por cinco minutos;
6 – Sirva em seguida acompanhado das torradas.

Blog O Marudá
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


28.03.2021
Viver em Marudá é uma delícia

Viver em Marudá tem suas particularidades. Veja esses típicos pratos da culinária marudaense. O povo se alimentando com o que tem de melhor. Um bom pratos para o turista apreciar em visita a Marudá.
facebook.com/praiadoboramaruda
Simone Maia


Peixe regional, Sirí e mariscos.



Marisco típico regional
 (Sarnambí com molho feito de creme de leite cebola e alfavaca,com macarrão de concha)




28.03.2021
Uma bela noite de luau em Marapanim. Bela vista para se apreciar ouvindo o barulho do mar.
facebook.com/maruda.algodoal






10.03.2021
Linda foto da praia de Marudá-PA. Belas paisagens de tirar o fôlego.
facebook.com/maruda.algodoal





Praia de Marudá no Pará Região Sul Do Brasil

Tour Pará
Praia de Marudá

25.07.2020 - Localizada no município de Marapanim (acesso pela capital Belém), na Baia de Marudá (foz do rio Marapanim, que desaguá no oceano Atlântico) possui uma extensão de 1.600m de pura praia, sol e mar e é muito badalada e procurada pelos turistas de todo o mundo, vem se destacando neste verão acanhado 2020, por conta da epidemia que o mundo vem enfrentando. 



Por ficar bem próximo de Algodoal (outro lugar lindo), a pequena vila de Marudá, distrito do município de Marapanim, é utilizada como acesso à ilha. Mas tem seus encantos próprios. Praia de longa faixa de areia, com orla e calçadão, Marudá é um point perfeito para famílias e crianças.  Pousadas e restaurantes de boa comida, com destaque para os peixes, completam as atrações. 

Conheça a praia do Crispim em Marudá - JORNAL PASSAPORTE
Praia do Crispim

Para curtir a natureza selvagem, basta alguns minutos pela estrada até a praia do Crispim, um verdadeiro recanto natural do local.





VERÃO 2020 - O VERÃO DA PROTEÇÃO EM MARUDÁ
22.07.2020







Neste verão em Marudá a paisagem parece ter mudado por conta dos dias que estamos vivendo. Mesmo em tempo de pandemia, o veranistas meio acanhados vão chegando a Marudá para desfrutar das belas paisagens que temos por lá. O atrativo principal ainda são as belas faixas de areias que cercam o o querida balneário.

Resta saber se a população e os veranistas estão se protegendo diante do caos que o mundo tá por conta da pandemia. 

A bem da verdade, com ou sem pandemia (manda quem pode e obedece quem tem juízo), Marudá ainda é o point da galera com suas belas praias e paisagens.







Fotos Internet
Equipe pé no sal

Um comentário:

Favor comentar sem palavras ofensivas.

Publicidade MR1

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Chico Rei

Publicidade Embelleze

Publicidade Lom Americanas

Publicidade Lom Palácio das Ferramentas

Publicidade Google

Yuool | Tênis de Lã

Youse Seguro Auto

Imobiliária Quinto Andar

Philco

GoDaddy

Publicidade Dietas

Publicidade Portal das Malas

Portal das Malas

Publicidade Shoptime

Publicidade recargapay

Publicidade Timecenter

Publicidade Euro

Publicidade Trocafone

Publicidade Motorola

Publicidade Plantei

Publicidade Veloe

Publicidade JetRadar

Jetradar

Publicidade Avast