Publicidade Portal das Malas

Portal das Malas

NOTÍCIAS MAIS VISTAS NO ANO

quarta-feira, 13 de maio de 2020

Você pode ter sido infectado pelo coronavírus e nem sabe. Entenda.



Compre produtos amazon

Parafusadeira/furadeira A Bateria com Maleta E 11 Acessórios, Bosch, Azul
https://amzn.to/2WTPGgr

O coronavírus segue intrigando os cientistas, por ser um micro-organismo muito novo. Um dos mais complexos sobre a contaminação, que pode atingir qualquer pessoa, é que, enquanto muitos pacientes morrem por conta da Covid-19, outros nem sabem que tiveram a doença.

De acordo com alguns estudos, a quantidade de assintomáticos, ou seja, sem sintomas, pode variar entre 30% e 40% das pessoas que testam positivo. E, apesar de não sentirem nada, essas pessoas podem, sim, transmitir o vírus – quando falamos, por exemplo, as microgotículas com o coronavírus são expelidas.

“Em algumas pessoas, mesmo tendo contato com o vírus pela primeira vez, o organismo consegue controlar a evolução da infecção. Nesses casos, os sintomas são inexistentes ou muito leves”, explica Luciano Lourenço, clínico geral, coordenador do Pronto-Socorro do Hospital Santa Lúcia. Pacientes com poucos sinais da doença, mas que ainda os apresentam, costumam perder o paladar e olfato por alguns dias, por exemplo.

Ainda segundo Luciano, a quantidade de vírus com a qual o paciente tem contato e a maneira como foi contaminado fazem toda a diferença no desenvolvimento de sintomas. Se, de pronto, já se tem uma carga viral muito alta (como nos casos de contato com pacientes confirmados), a pessoa tem mais chances de apresentar sinais da doença e evoluir para um quadro grave.

“A quantidade tem uma influência direta na repercussão dessa infecção. Se é menos vírus, a evolução tende a ser suave”, afirma o médico. Como em um cenário de batalha, se o exército do inimigo é maior do que o de quem se defende, a guerra fica um pouco mais complicada para os donos da casa. Caso contrário, a vitória é mais fácil.

No entanto, há exceções: algumas pessoas, mesmo expostas a pequenas cargas virais, podem ter a forma mais grave da doença, e vice-versa. Mas a maioria delas, seja sintomática ou não, deve desenvolver anticorpos que evitem a reinfecção – os pesquisadores só não sabem ainda quanto tempo exatamente eles duram no organismo.

A única maneira de saber, com certeza, se houve infecção, é através do exame sorológico. Nele, é recolhida uma amostra de sangue e o teste procura as imunoglobulinas (anticorpos) IgG, que são os segundos na linha de batalha contra um invasor e são, a princípio, permanentes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Favor comentar sem palavras ofensivas.

Publicidade Google

Publicidade Portal das Malas

Portal das Malas

Publicidade Estrela 10

Publicidade Shoptime

Publicidade Submarino

Publicidade recargapay

Publicidade Timecenter

Publicidade Americanas.com

Publicidade Euro

Publicidade Trocafone

Publicidade Motorola

Publicidade Plantei

Publicidade Veloe

Publicidade JetRadar

Jetradar

Publicidade PagSeguro

PagSeguro BR