Publicidade Aliexpress

Publicidade Dietas

Publicidade Google

sexta-feira, 3 de julho de 2020

Maiores bancos do Canadá unem-se a boicote contra anúncios no Facebook

.

© Reuters .


Por Nichola Saminather

TORONTO (Reuters) - Os maiores bancos do Canadá confirmaram nesta sexta-feira que se juntaram a um boicote contra anúncios no Facebook, iniciado por grupos de direitos civis dos EUA que tentam pressionar a maior plataforma de mídia social do mundo a tomar medidas concretas para bloquear o discurso de ódio.

Mais de 400 marcas suspenderam anúncios no Facebook em resposta à campanha "Stop Hate for Profit", iniciada após a morte de George Floyd, um negro que morreu sob custódia policial em Minneapolis em 25 de maio.

Os bancos canadenses Royal Bank of Canada, Toronto-Dominion Bank, Bank of Nova Scotia, Bank of Montreal, National Bank of Canada e Canadian Imperial Bank of Commerce disseram que vão interromper a publicidade nas plataformas do Facebook em julho.

O Desjardins, a maior federação de cooperativas de crédito do Canadá, também disse em seu site na véspera que fará uma pausa na publicidade no Facebook e no Instagram para o mês, "exceto em situações excepcionais em que precisamos nos comunicar com nossos membros ou clientes". A maioria citou seus compromissos com a inclusão e a diversidade. O Facebook se submeteu a uma auditoria de direitos civis e baniu 250 organizações supremacistas brancas da plataforma, disse um porta-voz por email.

Reuters

Acesse 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Favor comentar sem palavras ofensivas.

Publicidade Americanas

Publicidade Portal das Malas

Portal das Malas

Publicidade Shoptime

Publicidade Submarino

Publicidade recargapay

Publicidade Timecenter

Publicidade Euro

Publicidade Trocafone

Publicidade Motorola

Publicidade Plantei

Publicidade Veloe

Publicidade JetRadar

Jetradar

Publicidade Sumup

Publicidade Avast