Publicidade Google

sábado, 29 de agosto de 2020

Grávida morta em SC era professora e “sempre disposta a ajudar as pessoas”

Flavia Godinho Mafra
Flavia estava grávida de 36 semanas(Foto: Reprodução / Facebook)

Uma menina conhecida por todos na cidade, querida e que estava sempre disposta a ajudar, acompanhando a mãe na igreja e nos bingos tradicionais de Canelinha e região. Assim descrevem a professora Flávia Godinho Mafra, de 24 anos, encontrada morta nesta sexta-feira (28). Grávida de 36 semanas, ela foi assassinada por uma amiga que tinha a intenção de roubar o bebê.

​> Mulher planejou assassinato de amiga e roubo de bebê por dois meses, diz polícia​

Filha única, Flávia era formada em pedagogia e atuava como professora substituta na cidade. Era conhecida também pelo tempo em que trabalhou em uma papelaria em Canelinha, e recentemente estava em uma loja de bordados no município. Por causa da diabetes que a colocava no grupo de risco para a covid-19, além da gravidez, estava afastada do trabalho nos últimos meses.


— Era uma menina bem quista, trabalhadora, sempre disposta a ajudar as pessoas. Ela ia com a mãe dela nos eventos em escolas, igrejas, nos bingos. Ajudava em tudo - conta a amiga Josiane Benevenute.

Flávia casou em outubro do ano passado, e o bebê que estava prestes a nascer era muito esperado pela família. Conforme as informações divulgadas, a criança está no Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis, e passa bem. Inicialmente, ela ficará sob os cuidados do Conselho Tutelar.

Desaparecimento mobilizou amigos e familiares
Flávia sumiu na tarde desta quinta-feira (27), quando saiu para o suposto chá de bebê que ocorreria em São João Batista. Outras duas amigas estavam sabendo do evento, mas foram avisadas no dia que o encontro tinha sido cancelado. Flávia não foi avisada e seguiu com a autora do crime até o local.

No início da noite os familiares perceberam que Flávia não voltava para casa e não atendia o telefone. As mensagens no WhatsApp não eram vistas desde 15h48min, e com isso a mobilização começou. A amiga responsável pelo chá de bebê, que acabou presa no dia seguinte e confessou o crime, manteve contato com todos e relatou que não tinha mais notícias de Flávia, e que a tinha deixado com outra pessoa. As buscas viraram a noite, até o corpo ser encontrado por volta das 9h desta sexta.


Entenda o caso:
https://www.nsctotal.com.br/noticias/mulher-matou-amiga-gravida-com-golpe-de-tijolo-na-cabeca-diz-policia-civil

hora_de_sc

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Favor comentar sem palavras ofensivas.

Publicidade Dietas

Publicidade Aliexpress

Publicidade Americanas

Publicidade Portal das Malas

Portal das Malas

Publicidade Shoptime

Publicidade Submarino

Publicidade recargapay

Publicidade Timecenter

Publicidade Euro

Publicidade Trocafone

Publicidade Motorola

Publicidade Plantei

Publicidade Veloe

Publicidade JetRadar

Jetradar

Publicidade Sumup

Publicidade Avast