NOTÍCIAS MAIS VISTAS NO ANO

sábado, 27 de junho de 2020

Nuvem de gafanhotos, explicam especialistas


Uma nuvem de gafanhotos está sendo monitorada desde o dia 28 de maio na Argentina, e coloca em estado de atenção a fronteira do país com o Rio Grande do Sul – Foto: Agência Brasil/Reprodução/Twitter/ND

“Insetos não controlam a temperatura do corpo. Quando está mais quente, tudo acontece mais rápido para a espécie. Ele se desenvolve mais rápido, reproduz mais e fica mais ativo”, explica bióloga Helena Piccoli Romanowski, coordenadora do Laboratório de Ecologia de Insetos da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul).

Outro motivo seria a eliminação dos inimigos naturais do gafanhoto, como pássaros, fungos, sapos e bactérias, em parte pelo uso incorreto de inseticidas e agrotóxicos.


“Com o aumento generalizado do número de indivíduos, há a necessidade de buscar novos nichos ecológicos para alimentação e daí ocorre a nuvem migratória”, explica o entomólogo da Estação Experimental da Epagri em Ituporanga, Leandro Delalibera Geremias.

O Schistocerca cancellata – espécie da nuvem – tem ocorrência descrita naturalmente no Brasil e inclusive em Santa Catarina. Entretanto, é no Noroeste da Argentina que este inseto encontra as condições ideais para a sua proliferação.

Trata-se de uma praga que pode se alimentar de cerca de 400 diferentes espécies vegetais, tanto as cultivadas pelo homem, especialmente gramíneas, como espécies vegetais silvestres, onde também pode se abrigar.

Segundo Leandro, o primeiro relato de uma nuvem de gafanhotos na Argentina ocorreu no ano de 1538, causando prejuízos principalmente na cultura de mandioca. “Não é um fenômeno novo, é cíclico, com um intervalo de ocorrência muito distante”, descreve o pesquisador da Epagri.

Por ND+

Repelente Elétrico Líquido 45 Noites Kit Com Aparelho e Refil, SBP
Por: R$13,79 Frete GRÁTIS em pedidos superiores a R$149,00 

Repele e afasta insetos voadores
SBP Repelente Elétrico Líquido é eficaz contra mosquitos e pernilongos, incluindo o mosquito da Dengue, Zika Vírus e Chikungunya
1 refil oferece 8 horas de sono tranquilo e sem mosquitos durante 45 noites, sem necessidade de trocar o refil; considerando uso na intensidade mínima
Armazenar o produto em local seco e arejado; não aplicar sobre alimentos e utensílios de cozinha; não comer durante a aplicação; cuidado: evite a inalação deste produto e proteja os olhos
Modo de uso: remover a tampa do refil e encaixá-lo no aparelho; colocar o aparelho na tomada, usando-o sempre na posição vertical


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Favor comentar sem palavras ofensivas.

Publicidade Google

Publicidade Portal das Malas

Portal das Malas

Publicidade Shoptime

Publicidade Submarino

Publicidade recargapay

Publicidade Timecenter

Publicidade Americanas.com

Publicidade Euro

Publicidade Trocafone

Publicidade Motorola

Publicidade Plantei

Publicidade Veloe

Publicidade Shoptime

Lançamentos de Cama, Mesa e Banho com até 50% de Cashback, receba até R$70 reais de volta
Lançamentos de Cama, Mesa e Banho com até 50% de Cashback, receba até R$70 reais de volta

Publicidade JetRadar

Jetradar

Publicidade PagSeguro

PagSeguro BR

Publicidade Sumup