NOTÍCIAS MAIS VISTAS NO ANO

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Jornalista saudita desaparecido foi mutilado, diz CNN

Beforeitsnews.com/Facebook
Os indícios de que o jornalista saudita foi morto no consulado da Arábia Saudita em Istambul ficam mais fortes. Agora a rede de notícias CNN disse ter entrevistado um oficial turco envolvido nas investigações dando conta de que o corpo do jornalista foi mutilado depois de morto. No início desta semana, prédio do consulado foi periciado.

O jornalista Jamal Khashoggi morava nos Estados Unidos e trabalhava para o jornal The Washington Post. Ele desapareceu depois de ir ao consulado saudita, na Turquia, para resolver pendências documentais, no dia 2. E então desapareceu.

Jamal havia escrito em muitas ocasiões reportagens sobre sua terra natal; criticou a guerra do país no Iêmen, como também a disputa diplomática com o Canadá, além da prisão de ativistas dos direitos das mulheres.

A expectativa agora, segundo a CNN, é a de que a Arábia Saudita reconheça que Khashoggi tenha morrido durante interrogatório no consulado. O país nega até agora qualquer envolvimento no desaparecimento do jornalista, fato que desencadeou uma crise diplomática entre Arábia Saudita, Estados Unidos e Turquia e repercutiu negativamente mundo afora.

Redação Integrada ORM

Publicidade Google

Publicidade Portal das Malas

Portal das Malas

Publicidade Shoptime

Publicidade Submarino

Publicidade recargapay

Publicidade Timecenter

Publicidade Euro

Publicidade Trocafone

Publicidade Motorola

Publicidade Plantei

Publicidade Veloe

Publicidade JetRadar

Jetradar

Publicidade Sumup